Como otimizar os controles de ativos com automação por RFID?

É possível armazenar, enviar e ler os dados do RFID à distância – e vários deles de forma simultânea;

Como funciona o RFID na Gestão de Ativos Patrimoniais?

O acompanhamento de bens nas unidades de uma organização deve ser focado no rastreamento de sua movimentação, desde a entrada na empresa até o seu momento de baixa. São exemplos destes: computadores, equipamentos de rede, ferramentas, máquinas, equipamentos, veículos, móveis e outros itens que as empresas usam internamente em suas operações ou que fazem parte do processo produtivo e/ou logístico.

O serviço de Inventário de Patrimônio com Etiquetas RFID engloba todas as etapas do Inventário Patrimonial, mas com a facilidade da utilização da tecnologia das etiquetas inteligentes de RFID. Entre as vantagens do uso do RFID no controle patrimonial estão a leitura em lote de vários bens, que possibilitam a redução do tempo de realização do inventário e aceleram o processo de revisão física do imobilizado.

Mas aí você pode se perguntar: esse sistema não é parecido com o código de barras? À princípio, pode parecer que sim – mas existem diferenças realmente importantes e que mostram que a RFID tecnologia é uma grande evolução.

Trata-se de um sistema de identificação, detecção e rastreamento de objetos e também de pessoas por meio de um sinal de radiofrequência. Um exemplo: enquanto no código de barras vários produtos idênticos têm o mesmo código, na etiqueta RFID cada ativo é único, recebendo uma identificação exclusiva. Saiba que a tecnologia RFID facilita muito a contagem de um estoque ou de um inventário, já que por minuto podem ser lidas cerca de 500 etiquetas simultaneamente. Isso resulta em uma contagem 85% mais rápida. Assista ao vídeo a seguir onde resumimos em apenas dois minutos como funciona a RFID tecnologia:

Desafio

Ao implementar uma solução RFID construída na plataforma em nuvem SmartX HUB, o cliente busca aumentar a visibilidade de todos os ativos e equipamentos com Tags RFID em todo o edifício e a solução deve seguir as diretrizes abaixo:

Solução - SmartX HUB - Sistemas de Controle de Processo e Entrega

O sistema SmartX HUB de gerenciamento de ativos  fornece uma solução simples para otimizar o inventário e uso dos ativos patrimoniais.

A solução combina etiquetas de  RFID  duráveis de alto desempenho, juntamente com sistemas de leitor de computador portátil para capturar dados de ativos e sua localização. 

Movimentações externas são os bens que saem da empresa, podendo retornar ou não. Por isso, causam descontroles, perdas e roubos.

O sistema automatiza o controle das movimentações externas e assegura que o item passou  por um portal com antena para efetuar a captura da tag RFID ou uma transaçao no equipamento portátil de RFID executada por um operador da empresa. A identificação do item capturado é enviada ao sistema de controle de ativos da SmartX HUB que processa de forma diferenciada conforme cada tipo de movimentação que está sendo efetuada.

Podemos classificar as movimentações externas em:

Transferências: Para filiais, depósitos ou unidades fabris da empresa.

Saídas sem retorno: São os bens que deverão ser baixados do cadastro. Exemplos: Venda, roubo, baixa como sucata, baixa por quebra sem possibilidade de conserto, obsolescência, etc.

Itens que saem e retornam: São veículos, equipamentos e ferramentas utilizados em serviços externos que retornam no fim do dia ou no dia seguinte;

Itens que saem e ficam em poder de terceiros com retorno demorado: Bens locados, bens em comodato, bens em poder de terceiros, bens que saem para consertos, etc;

Saídas não autorizadas: Furtos, desaparecimentos, desmontagem de máquinas para venda como peças, etc.

Os movimentos de ativos são armazenados e apresentados em tempo real facilitando a identificação de itens que saem das instalações do  sem permissão e prevenindo possíveis perdas de ativos.

Benefícios

A plataforma SmartX HUB RFID traz grandes vantagens na gestão patrimonial, como: maior controle sobre a situação e localização dos bens; maior segurança na tramitação dos itens; mais transparência, com inventários mais apurados; automatização das tarefas de inventário, localização e organização dos bens; economia de tempo pela rápida leitura das tags.

Vamos começar pelas vantagens e características, onde é importante destacarmos as seguintes:

● Economia de custos por conta da otimização da mão de obra;
● Redução ou eliminação de retrabalhos em diversos departamentos da empresa;
● Redução do tempo de realização dos procedimentos que envolvem essa etiqueta, aumentando a produtividade da equipe;
● Não é preciso estar próximo do leitor para que a etiqueta forneça os dados armazenados;
● É possível armazenar, enviar e ler os dados do RFID à distância – e vários deles de forma simultânea;
● As etiquetas RFID são mais duráveis em relação às etiquetas simples de código de barras;
● Contagem de equipamentos em campo podem ser feitas de forma instantânea, mantendo tudo sempre atualizado;
● O fácil rastreamento de ativos, já que cada etiqueta é única.

Conclusão

Usando a solução SmartX HUB, é a  melhor forma de montar um Asset Management  baseado em RFID. Além disto, é trabalhar com uma equipe de confiança e com experiência, que possa oferecer respostas para todas as suas dúvidas sobre uma gestão inteligente no controle patrimonial dos ativos.

As soluções vão desde as etiquetas ou tags RFID que podem ser personalizadas e encapsuladas conforme o tipo de aplicação, o SmartX HUB EAM - Inventário (software de inventário físico) compatível para leitura das tags e também o software de patrimônio, para dar continuidade a gestão do imobilizado.

Benefícios

Como podemos ajudá-lo?

Entre em contato conosco no escritório da SmartX mais próximo de você ou envie uma consulta comercial on-line.

Deixe-nos saber como podemos ajudá-lo a resolver seus desafios de negócios!