Coletor de dados com RFID: Como funciona?

Um coletor de dados com RFID é um equipamento de captura e transmissão de informações por meio de ondas de radiofrequência.

A Technologia RFID

Diferente de outros tipos (de códigos de barras, wi-fi etc.), os coletores de dados com RFID não precisam ser posicionados em etiquetas para capturarem as informações. Eles podem fazer isso a uma distância grande e, se necessário, leem muitas informações ao mesmo tempo — não é necessário desfazer um palete para conferi-lo unidade por unidade, por exemplo.

A tecnologia RFID permite que vários itens sejam rapidamente digitalizados e permite a identificação rápida de um determinado produto, mesmo quando ele esteja cercado por vários outros itens.

Sobre isso vamos falar neste artigo. Continue lendo para entender em detalhes o funcionamento de um coletor de dados com RFID, como você pode usá-lo e muito mais!

Como funciona e que benefícios oferece um coletor de dados com RFID?

O coletor de dados com RFID pertence a um grupo de dispositivos equipados com tecnologias conhecidas como Automatic Identification and Data Capture (AIDC). Os métodos AIDC identificam automaticamente objetos, coletam dados sobre eles e inserem esses dados diretamente em sistemas de computador. Tudo isso com pouca ou nenhuma intervenção humana.

Como já dissemos, os métodos de RFID utilizam ondas de rádio para isso. Em um nível simples, os sistemas RFID consistem em três componentes: uma etiqueta RFID ou etiqueta inteligente, um leitor RFID e uma antena.

As etiquetas RFID contêm um circuito integrado e uma antena, que são usados ​​para transmitir dados ao leitor coletor com RFID. Ele então converte as ondas de rádio em uma forma mais utilizável de dados.

A partir disso, as informações coletadas das tags são transferidas através de uma interface de comunicação para um sistema de computador, onde são armazenadas em um banco de dados e analisados ​​posteriormente.

ETIQUETAS DE PATRIMÔNIO RFID (RF TAG OU ETIQUETA RFID)

Tags RFID ou “transponders” são “chips” que podem ser encapsulados em diversos formatos e materiais como: plástico, tecido, madeira, couro, vidro, epóxi, etc, de forma a assegurar a total proteção ao chip, ao mesmo tempo que assegura a integridade da aplicação para a qual foi projetado.

As etiquetas RFID suportam desde ambientes limpos até ambientes hostis: altas temperaturas, ambientes úmidos, produtos corrosivos, etc. A Smartx fornece etiquetas RFID passivas e ativas com personalização (aplicação do logotipo do Cliente).

Vantagens

Coletores de dados com RFID podem ser utilizados nos mais variados processos das organizações. Eles são especialmente benéficos para a gestão de estoque, pois fornecem uma série de vantagens, dentre as quais destacam-se:

  • visibilidade das informações em tempo real;

  • aumento da produtividade dos colaboradores e das equipes;

  • ganho de precisão nos dados coletados;

  • redução de erros e retrabalhos em processos de inventário;

  • localização rápida de mercadorias e insumos;

  • possibilidade de registrar perdas com rapidez;

  • capacidade de planejar locais de produtos estrategicamente;

  • conforto no dia a dia laboral dos operadores;e

  • redução de custos (com pessoal, por exemplo) etc.

error: Content is protected !!